quarta-feira, 15 de junho de 2011

Geléia Real

Cada cápsula contém:

  • Geléia Real Liofilizada 150 mg, equivalente a 500 mg de Geléia Real Fresca.

INFORMAÇÕES AO CONSUMIDOR
Muitas pessoas deixam de desfrutar dos benefícios de um dos mais nobres produtos das abelhas, a geléia real, porque não gostam de seu sabor ou porque deve ser mantida sob refrigeração.
      A Uniflora, pensando em seus consumidores, apresenta a Geléia Real em Cápsulas, um produto que torna muito mais prático o consumo da mesma.
      A Geléia Real em Cápsulas da Linha Herbaflora preserva todas as propriedades da geléia real fresca e tem a vantagem de não precisar ser armazenada a baixa temperatura. Desta forma, os benefícios proporcionados pelas suas diversas propriedades (revitalizante, regeneradora de células, aumento da capacidade física, intelectual e sexual, auxiliar na recuperação de convalescentes, combate ao envelhecimento precoce, etc) podem ser conseguidos de forma muito mais prática e segura, contando com o rigoroso controle de qualidade da matéria-prima que é feito em nossos próprios laboratórios para garantir que a mesma esteja no Padrão Uniflora de Qualidade.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS 
      A Geléia Real, produzida pelas abelhas operárias por um curto período de tempo de suas vidas, é o alimento da abelha rainha. A diferença desta alimentação da rainha em relação às operárias permite que desenvolva seus órgãos sexuais, tenha postura de ovos e viva até 05 anos (35 a 45 dias para as operárias).
      A geléia é um “leite” branco, denso, cremoso com múltiplos sabores: ácido, picante e doce. É constituída, em média, por 66% de água e 34% de matéria seca. Na matéria seca pode-se encontrar em torno de 13% de carboidratos, 12% de proteínas, 5% de lipídeos, 3% de vitaminas, enzimas e coenzimas e 1% de sais minerais. Dos 21 aminoácidos encontrados na geléia real, destacam-se: leucina, lisina, valina, arginina, isoleucina e fenilalanina. Observam-se também os seguintes minerais, por ordem decrescente de quantidade: enxofre, magnésio, ferro, zinco, cobre, arsênico, lítio, cobalto, níquel, manganês e cromo.
      Dentre as vitaminas, ressaltam as seguintes: tiamina (vitamina B1), riboflavina (vitamina B2), piridoxina (vitamina B6), niacina, biotina (complexo B), inositol, ácido fólico, e pequenas doses das vitaminas C e D.
      Existem outros componentes, como um fator antibacteriano, ativo contra as bactérias Escherichia coli e Salmonella, acetilcolina, grãos de pólen e hormônio gonadotrófico.
      Tem sido utilizada a gerações na Europa e Leste Europeu no tratamento de arteriosclerose, úlceras duodenais e estomacais, doenças do fígado, atraso no desenvolvimento físico e mental de crianças e nos caso de enfraquecimento geral do organismo após doenças ou como conseqüência do envelhecimento. Tem ação preventiva contra o envelhecimento prematuro e é eficaz nos casos de anemia provavelmente por proporcionar o aumento dos eritrócitos. Existem dados de pesquisa segundo os quais a geléia real atua aumentando o consumo de oxigênio dos tecidos, o que é de grande interesse em doenças neurológicas devidas à idade, quando a oxigenação do cérebro é reduzida. A presença de hormônios sexuais estimula a atividade sexual. É consumida por pessoas neurastênicas, depressivas, impotentes e astênicas (esgotadas) por sua propriedade euforizante. Também eficaz na prevenção do câncer e no prolongamento da vida de pacientes cancerosos.

INDICAÇÕES
  • Revitalizante;
  • Aumenta a capacidade física, intelectual e sexual;
  • Anemia;
  • Estados de convalescença.
  • Esgotamento nervoso;
  • Prevenção do envelhecimento precoce;
  • Auxiliar no combate a queda de cabelo;
  • Doenças neurofísicas devidas à idade;
  • Auxiliar no tratamento de problemas cardiovasculares e hepáticos.
  • Reumatismo;
  • Arteriosclerose.
 
RESTRIÇÕES 
  • Pessoas sensíveis à geléia real não devem utilizar o produto.
  • Em caso de reação alérgica suspender a uso do produto.
  • Crianças abaixo de 01 ano de idade só devem utilizar o produto sob orientação de um pediatra.
  
EFEITOS COLATERAIS
 

  • Não há relatos concretos, mas deve-se atentar para a ocorrência de reações alérgicas.
  
RECOMENDAÇÕES DE USO 
  • Adulto: 1 cápsula, até 2 x ao dia.
      Não há restrições conhecidas sobre o aumento desta dosagem recomendada. Em casos graves, como de reabilitação de pacientes sob tratamento quimioterápico aconselha-se o consumo de até 6 cápsulas ao dia. Consulte o seu médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário